Arquivo do mês: janeiro 2007

não faz mal.


O que fazer Com incoerência da humanidade? Como lidar Com a sua própria ignorância e insanidade? Como convencer alguém Que não existe nenhum crime no ócio? E que, de repente Viver pode até ser um bom negõcio? Crime, castigo Paz, … Continuar lendo

Publicado em Poesias Abstratas | Marcado com , , , , , | 2 Comentários