insônia.

Esta noite
havia vozes na escuridão
A me acusar
de crimes passados ou não

ainda não

Madrugada
Pensamentos atingem com precisão
Mas nada
me aflige tanto como a solidão

ou não

Gritam as vozes
Algozes sussuros
De dias escuros
De noites em claro

Eu quero silêncio!
… na calada da noite.

Anúncios

Sobre bic azul

Uma caneta pode escrever qualquer coisa, boa ou ruim. Normalmente, ninguém liga muito se ela funciona. Mas, quando ela falha...
Esse post foi publicado em Poesias Abstratas e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para insônia.

  1. (marta) disse:

    lindo.
    odeio insonia e acusasao durante a madrugada tb.
    quero a sorte de uma noite tranquila
    hehe
    ;*

  2. thahy disse:

    tempo q nao tenho insonia…
    dá até uma saudade das besteiras q pensava…

  3. Marcela Ortolan disse:

    Ah, essa vozinha que não cala nunca.

    Nestas noites de insônia é dificil resistir ao impulso assassino de matar a minha consciencia judaico-cristão. Mas no fim ela é sempre salva pela culpa.

    Ah, a neurose nossa de cada dia.

    Somos culpados pelo nosso sofrimento, e por ser culpados não dormimos: só aos inocentes o sono é permitido.

    beijos

  4. Guaraná disse:

    são as idéias, querendo pular a cerca que fechas a elas durante o dia. cuide para que não cresçam e fiquem maiores que o muro que cuidas desde pequeno.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s