poema sem tempo.

corre-passa
voa-vai
agora-já
olha-hora

triste-choro
penso-vejo
corre-corre
mais-ligeiro
que o tum-tum
do coração.

Anúncios

Sobre bic azul

Uma caneta pode escrever qualquer coisa, boa ou ruim. Normalmente, ninguém liga muito se ela funciona. Mas, quando ela falha...
Esse post foi publicado em Poesias Abstratas. Bookmark o link permanente.

6 respostas para poema sem tempo.

  1. Leo disse:

    Muito bom! O ritmo parece o andar de um trem!

  2. Esse coração é muito esperto e ligeiro, voltei a blogar depois de alguns anos.Seus poemas continuam lindos, adorei essa ansiedade na qual transmite seu poema, é a aceleraçaõ dos dias continuamente na nossa vida.Beijos

  3. Esse é o grande problema: hoje em dia td vai mais rápido do que o tum-tm do coração!
    Beijos e parabéns pelo poema!


    http://escritoshumanos.blogspot.com/
    http://algumasobservacoes.blogspot.com/

  4. Rodrigo disse:

    Olá passei para conhecer seu blog ele é muito maneiro super organizado com ótimo conteúdo gostaria de parabenizar pelo ótimo trabalho voltarei mais vezes no seu encantador blog que DEUS ilumine seus caminhos e de seus familiares
    Desejo muito sucesso

  5. Que saudade de visitar seu blog, sempre um lugar lindo cheio de palavras.Beijos

  6. Danilo Santos disse:

    muito massa… o ponto ou espirito de cada palavra se liga, dando uma dimensão rítmica própria a poesia…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s