de passagem.


Essa noite, sonhei acordado. Eu podia viajar no tempo. E eu, tolo, fui ao passado. Imaginei que podia estar lá, do mesmo jeito que me lembro do que aconteceu. Como cada palavra daquele diálogo ainda estava na minha cabeça. E como eu pude errar tanto sem saber que errava. Como eu quis voltar e dizer […]

já percebeu?


A gente anda tão distraído Que não lembra mais Onde estacionou Onde tudo começou Como se machucou E nem sabe como fez esse roxo aí braço E que aquela despedida não teve nenhum abraço Tão distraído que não vi você aí Na festa No face Na faixa de pedestres Onde eu coloquei aquele papel? Onde eu […]

sua síntese.


Eu escrevi uma canção de amor Eu escrevi um conto de amor Eu escrevi uma declaração de amor em forma de conto E já escrevi tantos poemas de amor que nem me lembro mais quantos são Não sei dizer Quantas letras já juntei Combinei, adestrei, violei Ou fiz brigarem entre si E tudo que fiz […]

lá e cá.


Sobre o mar aberto Sob um céu fechado O pensamento vaga Enquanto o corpo se ocupa Tudo se revela com clareza Na câmera escura Feito uma fotografia do futuro Que se passa como memória É como reflitir Ainda que no espelho É agir sem pensar Ou assistir acontecer Querer é tão humano Buscar é tão […]

fumaça e espelhos.


mágica é distrair a atenção  prática da imaginação  (asas de Ícaro)  a vida é mágica, dizem  mesmo que trágica também   (asa delta)  mais um carro parado em fila no sinal mais alguém à caminho do hospital  (asinhas de frango)  sem mágica segredo e truque revelam-se mesmo que machuque (asas podadas)  é só fumaça  dos fogos e tiros  […]

janela.


Hoje eu vi a Terra girar no espaço Não numa maquete nem no planetário Era ela mesma. Linda. Azul, branca, vermelha, verde. Linda. Hoje eu vi o Sol ficar pequeno pela distância Mas sua luz irradiava todo um hemisfério Um planeta inteiro atingido por um raio de luz Como as plantas da sua janela Janela. […]