Arquivo da tag: amor

já percebeu?


A gente anda tão distraído Que não lembra mais Onde estacionou Onde tudo começou Como se machucou E nem sabe como fez esse roxo aí braço E que aquela despedida não teve nenhum abraço Tão distraído que não vi você aí … Continuar lendo

Publicado em Crônicas do Cotidiano, Poesias Abstratas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

sua síntese.


Eu escrevi uma canção de amor Eu escrevi um conto de amor Eu escrevi uma declaração de amor em forma de conto E já escrevi tantos poemas de amor que nem me lembro mais quantos são Não sei dizer Quantas … Continuar lendo

Publicado em Poesias Abstratas | Marcado com , , , | 3 Comentários

fumaça e espelhos.


mágica é distrair a atenção  prática da imaginação  (asas de Ícaro)  a vida é mágica, dizem  mesmo que trágica também   (asa delta)  mais um carro parado em fila no sinal mais alguém à caminho do hospital  (asinhas de frango)  sem mágica … Continuar lendo

Publicado em Poesias Abstratas | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

Charles quebrou o pé.


Charles quebrou o pé e disse que foi no futebol. Charles quebrou o pé numa terça, que é dia de jogo da segunda divisão e pouca gente deixa de vir jogar para assistir. Charles quebrou o pé na cobrança de … Continuar lendo

Publicado em Contos Absurdos | Marcado com , , , , , | 6 Comentários

do absurdo.


Então nasceu um dia como nenhum outro. O sol brilhou azul num céu vermelho vivo, com poucas nuvens alaranjadas. As florestas estavam todas prateadas, onde papagaios cinzas se camuflavam. Nas savanas rosadas, zebras multicoloridas corriam como antes, pois os leões, … Continuar lendo

Publicado em Contos Absurdos | Marcado com , , , , | 10 Comentários

tempos modernos.


_ Sabe… – disse Carlos, que tinha uma irritante mania de ser reticente – os celulares… deviam ter, tipo… um aviso nas caixas… _ Como aqueles fetos mortos dos cigarros? – questionou Pedro, já meio distantes desde o “Sabe…” – … Continuar lendo

Publicado em Contos Absurdos, Crônicas do Cotidiano | Marcado com , , , , , , , , , , , | 8 Comentários

Eva.


Você acredita em destino? Acha que cada pessoa, ou melhor, cada ser nasce para cumprir um papel? Que mesmo as mais pequenas ações têm uma finalidade dentro de algo maior? Ou é tudo obra do acaso? Somos sempre nós os … Continuar lendo

Publicado em Contos Absurdos | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 18 Comentários