o escritor e o pernilongo.


Vida de escritor não é fácil. Você pode fazer qualquer coisa, desde que escreva. E se você precisa escrever, não dá pra ficar fazendo qualquer coisa. O fato é que, quando um escritor apanha uma ideia, ele sabe que precisa aproveitar essa chance, se puder, interromper tudo e escrever já. Nem que tenha que desligar […]

tem fogo?


Para quem o conhecia, a pergunta era sempre retórica. Apesar de ser um fumante habitual, não comungava do pacto secreto das regras não escritas com quem compartilhava seu vício. Aquele mesmo pacto que antes negava e agora exige o sexo no primeiro encontro, que nos mantém mudos no elevador e que manda todos os motociclistas […]

teste.


_ Senhora, por favor, aponte as alternativas corretas. _ Como? _ Escolha as alternativas corretas após no monitor abaixo e tecle as respostas verdadeiras. _ Escuta, meu filho, eu não vim aqui fazer prova. Vim tirar a segunda via do meu RG. _ Sim, senhora. Mas antes é necessário responder às questões abaixo. _ Provinha, […]

tempos modernos.


_ Sabe… – disse Carlos, que tinha uma irritante mania de ser reticente – os celulares… deviam ter, tipo… um aviso nas caixas… _ Como aqueles fetos mortos dos cigarros? – questionou Pedro, já meio distantes desde o “Sabe…” – ouvi dizer que dá câncer. _ Não… é… Isso também… – Carlos tomou uma difícil […]

preguiça.


_ Oi! _ .. hum… _ Houston? Pode me ouvir? _ E-eu… posso… _ Então por que você não abre os olhos? _ Porque eu quero dormiiiiiiiir…. _ Chega de dormir. Ficou até tarde vendo filme porque quis. _ Pô, tava passando O Talentoso Ripley… _ (pela enésima vez…) _ .. e agora eu tô […]

vingança.


No início da noite de uma quinta-feira, Paulo e Rodrigo estavam sentados à mesa do boteco de costume, brindando cerveja em copos embaçados: _ Saúde! _ Saúde! _ Hmm.. puta calor, hein?! _ É foda. Meu chefe mete a porra do ar condicionado no talo. _ Putz! _ A galera me vê andando pro banheiro […]

a despedida.


Já era quase meia noite. Como sempre, ele estacionou a poucos metros da casa dela, mas dessa vez não desligou o carro e ficou a observando calado alguns instantes, esperando que ela quebrasse o silêncio: _ Adorei a noite. _ Eu também. _ O jantar estava excelente! _ Que bom que você gostou. _ Você […]