tempos modernos.


_ Sabe… – disse Carlos, que tinha uma irritante mania de ser reticente – os celulares… deviam ter, tipo… um aviso nas caixas… _ Como aqueles fetos mortos dos cigarros? – questionou Pedro, já meio distantes desde o “Sabe…” – ouvi dizer que dá câncer. _ Não… é… Isso também… – Carlos tomou uma difícil […]

vingança.


No início da noite de uma quinta-feira, Paulo e Rodrigo estavam sentados à mesa do boteco de costume, brindando cerveja em copos embaçados: _ Saúde! _ Saúde! _ Hmm.. puta calor, hein?! _ É foda. Meu chefe mete a porra do ar condicionado no talo. _ Putz! _ A galera me vê andando pro banheiro […]

da espera.


Foi na sala de espera da dentista que viu um rosto conhecido na capa de uma revista velha. Era uma foto de detalhe numa revista de famosos, daquelas que ele sabia que ela nunca se interessou em folhear. Ao lado dela, estava um figurão ao qual ele era apresentado ali mesmo, com seu nome e […]

quando.


quando nos olhamos senti que havia algo especial que só se descreve como indescritível No mais belo e perfeito dos paradoxos quando nós olhamos o que era diferente ou igual as voltas da vida nos torceu, terrível como nas barbas dos judeus ortoxodos quando nus, olhamos sentimos o que nos era essencial o resto mundo […]

medida.


Um peso, duas medidas Quatro casamentos, um funeral A realidade fica distorcida Todo mundo diz que ‘não faz mal’. Como se mais-valia um na mão Que três pratos de trigo voando Talvez na contra-mão Mas os tigres estão cagando e andando. São quinze para as duas Ela está cheia de nove luas Enquanto ele, a […]

freud.


_ Você tá mordendo a caneta? _ Estou. _ Que nojo! _ … _ Ai, para! _Que foi? Não estou te fazendo nada… _Tá sim, tá fazendo nojeira. _ Por que você não olha para outro lado então? _ Vou mesmo! _ … _ Você ainda tá fazendo? _ O que? _ Comendo a caneta… […]