Arquivo da tag: tempo

de passagem.


Essa noite, sonhei acordado. Eu podia viajar no tempo. E eu, tolo, fui ao passado. Imaginei que podia estar lá, do mesmo jeito que me lembro do que aconteceu. Como cada palavra daquele diálogo ainda estava na minha cabeça. E … Continuar lendo

Publicado em Contos Absurdos, Crônicas do Cotidiano, Poesias Abstratas | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

álibi.


O álibi perfeito O crime do tempo Mais que imperfeito A hora H Um segundo qualquer O ponteiro de todas as letras A vida mansa Os cães raivosos A morte dança Te olhando nos olhos Uma voz Um eco Cada … Continuar lendo

Publicado em Poesias Abstratas | Marcado com , , , , , , , , , , , | 4 Comentários