na mira.


Pintei um alvo na minha testa
Pra atrair bala perdida
Pra não me perder por entre as balas

Pintei um alvo na minha testa
Pra ser vítima inocente
E não covarde suicida

Pintei um alvo no meu peito
Pra andar sem camisa

Pintei um alvo nas minhas costas
Pra ser traído e enganado

Pintei um alvo na capital
Pra orientar terrorista

Pintei alvos em toda parte
Pra não mais mirar você.

Anúncios

Blog no WordPress.com.

Acima ↑